Adolescente mata garoto de 8 anos rasgando sua garganta

homicidio O mundo está se tornando um lugar mais violento ou estamos tendo acesso a mais informações? Games, cinemas, séries de TV e telejornais estão causando esta percepção ou há algo de errado com a cabeça das pessoas? O que poderia explicar o assassinato de uma criança de apenas 8 anos de idade sem a menor premedição?

Jackson "Jack" Attuso estava andando de bicicleta com sua família em uma trilha que passa por um campo de golfe quando, por algum motivo, sua mãe e irmão ficaram um pouco mais adiantados. Eles não perceberam uma pessoa sair dos arbustos e esfaquear Jack nas costas e no peito. Por fim sua garganta foi cortada.


Jackson-Attuso O garoto tentou lutar, foram registradas marcas que indicaram uma tentativa de defesa, mas infelizmente ele era pequeno demais para resistir ao ataque. Em sua mão foi encontrada uma mecha de cabelo arrancada do agressor. Ao perceber a falta de Jack no passeio, a família voltou pelo caminho e o encontrou morto.

Pouco tempo depois Trevor Reese, de 16 anos, saiu dos arbustos perto de sua casa, perto do campo de golfe do condomínio. Um carpinteiro que trabalhava por perto percebeu que ele estava coberto de sangue e perguntou o que havia acontecido. Trevor disse que havia matado outro garoto. O carpinteiro não pensou duas vezes e segurou o adolescente até a chegada da polícia.

trevor reese Trevor vem de uma família rica, é um aluno exemplar do colégio e não possui histórico de problemas mentais, uso de drogas ou álcool. Não há nada que possa explicar tal atrocidade.

A lei americana permite que ele seja julgado como adulto, mas como só completará 17 anos no dia 31 de julho o adolescente não poderá ser condenado a morte.

São casos como e de Trevor e Jack que me deixam espantado com certas barbaridades que vemos no dia a dia. Não me impressionaria a defesa colocar a culpa em GTA, como já foi moda culpar filmes como O Clube da Luta,  e mesmo assim não é um motivo real.

Como prever ou se proteger de crimes tão sem sentido, tão aleatórios?
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário