10 cientistas “destruídos” pelos seus experimentos

Nós devemos muito aos cientistas desta lista: todos foram mortos ou feridos ao buscar o conhecimento científico. Os avanços que todos realizaram para a ciência são extraordinários e muitos deles cimentaram o caminho para algumas das maiores descobertas e invenções.
10. Karl Scheele – Morreu por causa de seu palato curioso

Karl Scheele foi um brilhante químico farmacêutico que descobriu muitos elementos químicos com o mais notável deles sento o oxigênio (apesar de Joseph Priestley haver publicado a descoberta antes), molibdênio, tungstênio, manganês e cloro. Ele também criou um processo bastante similar à pasteurização. Karl tinha o hábito de experimentar o sabor de suas descobertas e felizmente conseguiu sobreviver ao teste do sabor do cianeto de hidrogênio, um composto extremamente tóxico. Mas infelizmente a sua “sorte” acabou: ele faleceu com sintomas extremamente similares ao envenenamento por mercúrio.
9. Jean-Francois De Rozier – A primeira vítima de acidente aéreo

Jean-Francois foi professor de física e química. Em 1783 ele testemunhou o vôo do primeiro balão do mundo o que criou nele paixão por voar. Depois de colaborar no vôo de uma galinha, de um pato e de uma ovelha, ele fez o primeiro vôo tripulado livre em um balão. Ele viajou a uma altitude de mais de 900m usando um balão de ar quente. Em seguida ele planejou cruzar o Canal Inglês ao ir da França para a Inglaterra. Ao atingir a metade da altura máxima de seu primeiro vôo, o seu balão, que usava uma combinação de ar quente e gás, desinflou, causando sua queda e morte. Sua noiva morreu oito dias depois, possivelmente por suicídio.
Mais informações »
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

1 comentários:

Clique aqui para comentários
Obrigado pelo seu comentário