15 curiosidades sobre a história da sexualidade


Se você acha que sabe tudo sobre sexo, está redondamente enganado. Duvida? Então responda rápido o que a agricultura tem a ver com o ato, que o povo produziu os primeiros manuais sexuais conhecidos e quem criou a figura dos eunucos? Ficou curioso? Pois bem, esses e outros fatos e lendas sobre a sexo fazem parte do livro História da Sexualidade, do historiador americano Peter Stearns, que escreveu uma introdução diferente à edição brasileira.
O autor substituiu alertas sobre o tema, “ainda necessários em função dos elementos puritanos nas culturas norte-americanas”, por uma visão mais entusiasmada, porque o leitor daqui “não precisa de lembretes acerca da importância da sexualidade”. Confira 15 curiosidades sobre o tema e descubra as repostas das perguntas acima:
1) Um mito egípcio de 2600 a.C. diz que Atum, o deus-sol, se masturbou na água e sua ejaculação deu origem ao rio Nilo. Já em um mito sumeriano, é o sêmen de um deus que enche o Tigre e o Eufrates;
2) Entre os nativos norte-americanos, algumas tribos realizavam (e ainda realizam) um rito de iniciação que consiste em levar meninos ao primeiro sinal de puberdade para dormir na casa de homens. Um tio materno era encarregado de penetrá-los com o intuito de torná-los fortes e enchê-los de sêmen para que fossem férteis;
3) Com a introdução da agricultura na história (que surgiu por volta de 9000-8000 a.C. na região do mar Negro e Mesopotâmia), a maior parte das pessoas começou a se fixar em um só lugar. A habitação agrícola e a vida comunitária fizeram com que passasse a ser normal as crianças verem seus pais mantendo relações sexuais, já que os membros das famílias dormiam muito próximos;
4) A disponibilidade de animais domésticos produziu novas oportunidades para o bestialismo ou zooerastia (relação sexual com animais). Com o tempo, todas as sociedades agrícolas aprovaram regras severas contra a prática. Vale acrescentar que um estudo sobre os hábitos sexuais dos norte-americanos em meados da década de 1940 revelou que 1/4 de todos os homens das zonas rurais já tinham mantido algum tipo de contato sexual com bichos;
5) As sociedades agrícolas desenvolveram uma gama de práticas homossexuais ou bissexuais. Alguns grupos de sacerdotes (entre os mesopotâmicos, por exemplo) usavam o sexo anal como meio de conexão com os deuses, o que refletia a crença de que o orgasmo tinha qualidades espirituais e que as atividades homoeróticas refletiam capacidade espiritual;
Mais informações »
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário