10 Coisas que você deve fazer depois do carnaval


1 – Exame de sangue. Se você tiver com sorte o mínimo que irá pegar é uma herpes simples, se você tiver com muita sorte! Pois como você vai saber onde peste aquela menina ou menino colocou a boca, existe mil e uma possibilidades, ainda mais quando você beija ele ou ela depois que viu ele saindo de uma rua escura. Aposto quanto você quiser que se você sair no carnaval beijando a galera você vai pegar um bela herpes.
2 – Exame de sangue mais aprofundado. Se você transou sem camisinha se lascou brother. Cheio de piriguetes por aí fazendo de tudo com todo mundo e você teve a coragem de transar sem camisinha. Desse jeito é mais fácil pegar AIDS do que o Vasco ser campeão de alguma coisa que preste ou os são paulinos virarem homens. Sexo é bom, e melhor ainda com segurança.
3 – Vender o máximo de bugigangas que puder. Você acha que cerveja brota no chão! Não senhor! Você enche o rabo de cana no carnaval, estoura o cartão de crédito e acha que não precisa pagar esse prejuízo. Ainda mais com os preços superfaturados de abadás e camarotes na Barra e em Campo Grande. Você pensa que a cerveja no camarote é de graça? Nada é de graça, você pagou tudo antecipado abestalhado.
4 – Trabalhar, estudar ou vagabundar mesmo. Afinal já virou ditado: “o ano só começa depois do carnaval”. A moleza acabou! É hora de pegar duro no batente, dar o sangue e suar muito, e dependendo da sua profissão o pau come! literalmente
5 – Desintoxicação. É preciso retirar o todo o álcool que ainda rola no seu sangue, se você ainda tiver é claro. Sem falar naquela saudável comida de rua, como um belo espetinho de filé de siamês e o velho hot dog de tia Fátima. Nada que uma glicosesinha e uma lavagem estomacal não resolvam.
6 – Deletar de seu HD todas elaboradissímas músicas de carnaval. Depois de dias ouvindo as mesmas músicas ou horas sambando no rítimo do mesmo samba é impossível aguenta ouvir isso pelo resto do ano. Me diga se você ainda aguenta ouvir “o rebolation tion tion, rebolation… o rebolation tion tion, rebolation… o rebolation tion tion, rebolation…o reeebolation!”. OMG!!!!
7 – Comprar um tênis novo. Depois de dias e dias andando, pulando ou correndo pra não apanhar daqueles malas que querem seu abadá ou daquela gordinha em que você esbarrou, não tem tênis que resista! Fico imaginando como tem mulher que aguenta sair de sandália? Haja pé e unha pra aguentar os pisões! mulher é uma heroína mesmo.
8 – Ir no otorrino. Com tanta zoada e batuque é praticamente impossível o seu tímpano ainda estar no lugar. Faça uma limpeza no ouvido também que é bom, afinal o que não falta é poluição sonora no carnaval.
9 – Voltar a ser quem você era. Todo mundo acha que só porque é carnaval pode sair por aí fazendo o que quiser. Acha que qualquer esquina é banheiro. Se acha a cara do Edward Cullen. Resolve sair de vez do armário, ou seja, se acha a cara do Edward Cullen. Acha que mulher é homem e homem é mulher, ou seja, continua se acha a cara do Edward Cullen. E acha que a mistura de carnaval com cerveja torna qualquer mulher normal e uma Megan Fox da vida! pra dizer a verdade só basta a cerveja mesmo…
10 – Voltar com a namorada ou namorado. Tem gente que se anima e muda tanto, tanto, tanto que termina logo com a namorada, ou namorado, ou exige um “vale night” ou melhor dizendo “vale corno”. Aí vai pra Salvador ou Recife ou Ouro Preto, Rio, Sampa ou os cambau, e prefere ir sozinho pra ficar mais a vontade: “não amor, só vou sair com meus amigos…pode ficar tranquilo seu corno que não vou ficar com ninguém”. E pra completar ainda dá entrevista na televisão! [obs: citações de entrevistas reais]
- Beijos amor, Te amo! Não fiquei com ninguém viu! [cheio da cana e ainda com os amigos do lado rindo da cara da corna que ficou em casa]

via 
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

1 comentários:

Clique aqui para comentários
Obrigado pelo seu comentário