Coisas que os quadrinhos ensinaram sobre as mulheres

 1. Seja tímido. Muito tímido. Estupidamente tímido.

Mulheres adoram homens tímidos. Peter Parker? Tímido. Clark Kent? Muito tímido. Scott Summers? Bem, digamos que existe uma razão pra ele só namorar mulheres que lêem mentes.

Mas não basta ser tímido, amigo, precisa ser muito tímido, naquele nível incapaz de articular frases muito coerentes, com dificuldades para manter a concentração diante de uma mulher e totalmente desprovido da habilidade de tomar qualquer tipo de iniciativa a não ser balbuciar coisas desconexas ou olhar para o nada.
Eu sei, eu sei, explicando assim não parece fazer muito sentido, mas quando aquela ruiva estonteante estiver na sua porta dizendo algo como “Face it, tiger, you just hit the jackpot” você vai me agradecer.

2. Suma sem dizer porque e finja que está tudo bem.

Nada impressiona mais uma mulher do que a sua capacidade de sumir durante períodos prolongados de tempo sem dar a ela nenhuma informação sobre a razão do sumiço, o seu paradeiro ou mesmo quando você vai voltar. Clark Kent sumia frequentemente sem dar nenhuma explicação e ficava tudo bem, Bruce Banner sumia durante várias noites e o relacionamento estava ok, Hal Jordan simplesmente ia pra outro planeta durante meses e era até charmoso.

Apenas sugiro que não siga o exemplo um pouco mais hardcore do Capitão América, que ficou preso num cubo de gelo durante 40 anos, porque a sua garota pode ter… não sei… morrido nesse meio tempo.

 

 "Acho que não vai dar pra telefonar avisando..."


3. Tenha segredos inexplicáveis.

O conceito de sinceridade num relacionamento é algo total e completamente superestimado, como qualquer boa história de super-herói pode demonstrar. Garotas gostam de mistério, como diz aquela música do The Cribs, e quanto mais segredos, mentiras, histórias absurdas e coisas do tipo você puder ir empilhando entre vocês dois, maiores as chances de tudo dar certo.
Uma vida dupla, pais que você nunca apresenta, um emprego de fachada e aquele órfão do circo que mora na sua casa, tudo isso só serve pra apimentar a relação e torná-lo fascinante e misterioso. Se duvidar procure por “Batman” na Wikipédia.

4. Seja sempre vago em relação ao seu passado.

Ainda na linha do mistério, é sempre importante que tudo em relação ao seu passado seja absurdamente misterioso, seja pela razão que for.
Não, não falo apenas de não comentar sobre ex-namoradas ou evitar mencionar aquele problema com a polícia no Baixo Gávea, falo em termos de não contar qual é seu sobrenome, nunca citar nada que se passou na sua infância, oferecer dados desencontrados sobre sua vida (“Eu fiz parte da resistência francesa… mas não quero falar disso”) e depois dizer que tudo isso tem a ver com implantes de memória, lavagem cerebral e aquele período no exército canadense.
Pode ser um pouco mais fácil se você parecer com o Hugh Jackman, claro.

"Eu fui criado por lobos e... como assim você já ouviu isso antes?"

5. Mulheres gostam de viver perigosamente.

Esqueça ideias machistas como conforto, tranquilidade ou rotina. Os quadrinhos nos ensinam que as mulheres gostam, na verdade, de fortes emoções, altos níveis de adrenalina, e possivelmente de ter sua vida colocada em risco com a maior frequência possível.
Pense em como a Lois Lane está sempre caindo do alto de prédios, ficando na mira de armas, sendo sequestrada por terroristas, aparecendo dentro da jaula de leões e sendo levada por civilizações alienígenas. Note se não existe aí um certo gosto pelo perigo. E claro que culpar o fato de que ela namora com o Super-Homem por isso tudo seria apenas mais uma atitude machista da nossa parte.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »

2 comentários

Clique aqui para comentários
Obrigado pelo seu comentário