Show de piadas #2

a vinganca de joaozinho

Um dia Joãozinho entra no puteiro com um sapo morto na mão e fala para a atendente:
- eu gostaria de uma mulher de uma puta,
A mulher responde:
- você e muito novo eu não posso,
Joãozinho argumenta:
- eu pago o dobro,
-esta bem...
- más eu quero uma com aids,
- eu não posso fazer isto com vc,
- então eu pago o triplo,
- esta bem,
Quando Joãozinho ia saindo a mulher pergunta:
- porque que vc queria uma mulher com aids?
- Já que a senhora foi boazinha comigo eu vou falar.eu como a puta, pego aids, quando chegar em casa eu como a empregada aí ela pega aids, depois meu pai come a empregada e pega aids, a noite minha mãe dá para meu pai e também pega aids, minha mãe dá para o leitero ai o leitero pega aids, depois o leitero dá para a mulher dele ai ela também paga aids ai aquela vaca que matou meu sapinho vai morrer. 


Tirando o Caipira 

O Paulista, chegando em um sítio no interior de São Paulo, foi diretamente ao chiqueiro, onde viu um Caipira cuidando da criação. Imediatamente pensou:
"Vou tirar este Caipira", quando perguntou:
-Ô Caipira... Como se chama aquele porco fedorento, gordo, lá no cantinho?
O Caipira respondeu:
- Aquele lá se chama "Ocê"...
O Paulista, morrendo de raiva, sem resposta pronta pelo Caipira te-lo chamado de Porco, foi para o hotel, onde teve uma brilhante idéia e retornou para o Chiqueiro, onde disse:
- Ô Caipira, se aquele Porco chama "Ocê", aquela outra coisa medonha e fedorenta é a "Mãe
O Caipira responde:
- Não Sinhõ, aquele alí é o "Pai do Ocê", a "Mãe do Ocê" nois cumemo onte!!! do "Ocê"?

 

Os Trigemeos Baleados

Certo dia uma mulher grávida de trigêmeos estava na fila de um banco quando um assaltante invade o local e lhe dá três tiros na barriga acertando uma bala em cada bebê.
Como só acontece em piadas sem-graça, a mulher conseguiu sobreviver juntamente com os seus filhos.
Passados exatamente onze anos, um dos filhos da mulher vem correndo em sua direção e fala:
- Mãe, mãe! Eu estava no banheiro mijando, quando de repente uma bala saiu pelo meu pinto!
Então, a mãe lhe explicou o incidente ocorrido durante sua gravidez.
Dias depois veio o outro filho com a mesma conversa:
- Mãe, mãe! Eu estava no banheiro mijando, quando de repente uma bala saiu pelo meu pinto!
Ela também lhe explicou a história do assalto.
Logo em seguida, veio o terceiro filho, gritando todo aflito.
- Já sei! Já sei! Disse ela, você também estava mijando e de repente uma bala saiu pelo seu pinto, não é?
- Nada disso, mãe! Eu estava batendo uma punheta e matei a empregada!

 

Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Obrigado pelo seu comentário